H@ vida depois dos 60

…com pensamento, opinião e poesia em doses homeopáticas…

audio tio ze e tio cido

audio

pensado por Tarciso comente    

audio

audio tio ze e tio cido

pensado por Tarciso comente    

ciclos


o tempo flui
e evolui para frente
o tempo é o presente
fechado para o passado
aberto para o futuro
claro ou escuro
belo ou feio
coluna do meio
talvez
o que foi que eu fiz
o que foi que você fez
só o tempo dirá…

pensado por Tarciso comente    

sobressalto

.
depois do impacto
avaliar o estrago
divago confuso, tudo parece estranho
não fumo e trago a fumaça das chaminés
o peito ainda arde
e a ferida ainda sangra
a tez empalidece
escureceu tudo
naquele entardecer
perdi a noção do espaço
não anotei o compasso
me debati sem causa
e agora jaz ali
o eu
o corpo que era meu
a vida que findara
súbito um solavanco
um choque bruto
respiro ofegante
e volto ao caos
sirenes, gritos, gemidos
seriam meus?!
apago novamente
para ressurgir
nas cinzas penitentes
daquela quarta-feira
vislumbro o teu sorriso
é tudo o que preciso
pra continuar viver…

pensado por Tarciso comente    

tempo de ilusões

O tempo é uma ilusão que se mistura nas dimensões aleatórias do passado, presente e futuro. No mais é tudo escuro quando o sol não brilha, mas mesmo durante a escuridão brilham flashes das luzes das estrelas. E a escuridão já não é absoluta. E vamos à luta que o tempo pode ser ilusório mas não pára…

pensado por Tarciso comente    

novo horizonte

.
o alcance do olhar
avança até a linha do horizonte
onde tudo se esconde
e se revela na imaginação
é lá que o sol se põe
no fim das tardes
e é de lá que se levanta
em cada uma das manhãs
ao estímulo visual do orvalho
do cheiro adocicado de hortelã
o tempo escorre entre os dedos
e a vida segue
lenta, brusca, insone e bela
caminhamos, caminhamos, caminhamos
sempre em busca daquele horizonte
que nunca se deixa alcançar…

pensado por Tarciso Comentários desativados em novo horizonte    

dias chuvosos

.
as estações se alternam
e o clima então varia
dentro e fora
a alma que se inebria
outras vezes também chora
no frio aspira o calor
em dias quentes aragem
quando o medo se instala
ela deseja coragem
oh minh’alma vagarosa
lança-te ao mar
que ventura
faz cortinas de fumaça
não te embeba de amargura
pois na vida tudo passa…

pensado por Tarciso comente    

reflexões de uma gaivota

segundo dia do conclave

segundo dia do conclave

pensado por Tarciso comente    

hienas humanas

O cachorro abana o rabo e nisso reconhecemos a sua alegria. Os humanos sorriem e reconhecemos que estão alegres. As hienas sorriem e isso não nos garante saber qualquer coisa sobre elas…

pensado por Tarciso comente    

cada dia diferente

A identidade é única tanto para a celebridade quanto para a figura mais anônima. Dentro da cabeça os pensamentos fervilhantes dão algum contorno ao que somos mas os que nos veem de fora não tem a menor ideia sobre as loucuras imaginativas de que somos capazes. Pensamos também em uma linha lógica cartesiana – e é o que garante a sobrevivência prática de cada um. Um bom tempo diário dedicamos a estas atividades mais comezinhas que fazem parte da nossa rotina. A repetição pode gerar o enfado, o tédio e até mesmo a preguiça e acomodação. Mas lá no fundo da espiral dos pensamentos – em algum momento – irrompe num lampejo um impulso criativo, uma insanidade saudável que nos faz retomar algum equilíbrio. Caminhamos dia-a-dia, ouvimos burburinhos, notícias boas ou ruins, tragédias e alvíssaras que passam ao largo de nós. Algumas nos emocionam, nos impulsionam, nos desinstalam. E nessa malemolência existencial avançamos em idade e quiçá em maturidade porque o tempo passa sem pedir licença e permanecendo inevitavelmente e sempre em nossa própria presença também avançamos porque é impossível permanecer no mesmo tempo e lugar. E assim a vida segue o seu roteiro, até que se possa vislumbrar o ponto que transgride o tempo e nos projeta no eterno que há de ser doce, suave e pleno de harmonia como longamente o esperamos.

pensado por Tarciso comente