H@ vida depois dos 40

…com pensamento, opinião e poesia em doses homeopáticas…

tempo de ilusões

O tempo é uma ilusão que se mistura nas dimensões aleatórias do passado, presente e futuro. No mais é tudo escuro quando o sol não brilha, mas mesmo durante a escuridão brilham flashes das luzes das estrelas. E a escuridão já não é absoluta. E vamos à luta que o tempo pode ser ilusório mas não pára…

pensado por Tarciso comente    

novo horizonte

.
o alcance do olhar
avança até a linha do horizonte
onde tudo se esconde
e se revela na imaginação
é lá que o sol se põe
no fim das tardes
e é de lá que se levanta
em cada uma das manhãs
ao estímulo visual do orvalho
do cheiro adocicado de hortelã
o tempo escorre entre os dedos
e a vida segue
lenta, brusca, insone e bela
caminhamos, caminhamos, caminhamos
sempre em busca daquele horizonte
que nunca se deixa alcançar…

pensado por Tarciso Comentários desativados    

dias chuvosos

.
as estações se alternam
e o clima então varia
dentro e fora
a alma que se inebria
outras vezes também chora
no frio aspira o calor
em dias quentes aragem
quando o medo se instala
ela deseja coragem
oh minh’alma vagarosa
lança-te ao mar
que ventura
faz cortinas de fumaça
ou te embeba de amargura
pois na vida tudo passa…

pensado por Tarciso comente    

reflexões de uma gaivota

segundo dia do conclave

segundo dia do conclave

pensado por Tarciso comente    

hienas humanas

O cachorro abana o rabo e nisso reconhecemos a sua alegria. Os humanos sorriem e reconhecemos que estão alegres. As hienas sorriem e isso não nos garante saber qualquer coisa sobre elas…

pensado por Tarciso comente    

cada dia diferente

A identidade é única tanto para a celebridade quanto para a figura mais anônima. Dentro da cabeça os pensamentos fervilhantes dão algum contorno ao que somos mas os que nos veem de fora não tem a menor ideia sobre as loucuras imaginativas de que somos capazes. Pensamos também em uma linha lógica cartesiana – e é o que garante a sobrevivência prática de cada um. Um bom tempo diário dedicamos a estas atividades mais comezinhas que fazem parte da nossa rotina. A repetição pode gerar o enfado, o tédio e até mesmo a preguiça e acomodação. Mas lá no fundo da espiral dos pensamentos – em algum momento – irrompe num lampejo um impulso criativo, uma insanidade saudável que nos faz retomar algum equilíbrio. Caminhamos dia-a-dia, ouvimos burburinhos, notícias boas ou ruins, tragédias e alvíssaras que passam ao largo de nós. Algumas nos emocionam, nos impulsionam, nos desinstalam. E nessa malemolência existencial avançamos em idade e quiçá em maturidade porque o tempo passa sem pedir licença e permanecendo inevitavelmente e sempre em nossa própria presença também avançamos porque é impossível permanecer no mesmo tempo e lugar. E assim a vida segue o seu roteiro, até que se possa vislumbrar o ponto que transgride o tempo e nos projeta no eterno que há de ser doce, suave e pleno de harmonia como longamente o esperamos.

pensado por Tarciso comente    

mediano

.
começo meio fim
começa meio assim,
um tanto ensimesmado,
mede com medo, afina…
enfia a viola no saco,
ensaca a farra e cala,
cola a manha amanhã talvez
onde andarão vocês
que mimetizam
imitam em meio
ao modo inicial
o fim que permeia
o verso final…

pensado por Tarciso (1) Comentário    

saudade confiante

Não sou saudosista. Definitivamente, não. Mas em alguns dias eu tenho vontade de arrancar o passado de algumas gavetas da memória e trazer seus acontecimentos de novo para a vida real. Sentir os mesmos cheiros, degustar os mesmos sabores, visualizar as mesmas cores e reexperimentar os mesmos abraços e beijos que me encantaram. Quem sabe se então eu pudesse evitar alguns caminhos duvidosos que escolhi, algumas companhias suspeitas que acolhi, algumas condutas malsucedidas que empreendi.
O presente então não seria perfeito – com certeza, – talvez nem fosse mesmo melhor do que já é, mas eu teria menos motivos para olhar em retrospectiva com estas doses de culpa que às vezes me assediam. De toda forma, em qualquer ponto da minha trajetória existencial – passado ou presente – a perspectiva que sempre tive e tenho em relação ao futuro costuma ser vibrante quanto às cores e cálida quanto às sensações e experiências. Enquanto viver e puder – me vejo nadando em braçadas de otimismo porque trago a fé por conselheira e tenho em Deus meu abrigo perfeito!

pensado por Tarciso comente    

Rumos

O calor ou o frio são circunstâncias sazonais, assim como a umidade ou o ar seco. Ocorre fora de nós. As turbulências interiores são as que de fato contam e que podem nos arremeter para situações inusitadas. Daí as superações e até mesmo a coragem para enfrentar com maior garra as intempéries exteriores. Uma destas intempéries na vida é a miséria econômica. Quando temos notícia de uma pessoa querida que dela padece, sentimos o impacto dessa circunstância mas, ao mesmo tempo, nos sentimos impotentes para realizar uma efetiva ajuda. O paliativo que podemos oferecer não vai resolver a situação porque a pessoa tende a prosseguir em uma rota aleatória e despida de projetos sólidos com que pudesse orientar seus passos pela vida. Difícil construir uma trajetória minimamente bem sucedida sem esboçar um planejamento que abranja as instâncias de curto, médio e longo prazo. O que acontece no hoje é basicamente um desdobramento de situações concatenadas nas décadas anteriores da vida. É preciso direção, meta. É preciso seguir uma rota previamente estabelecida, ainda que só venha a ser efetivamente conhecida na medida em que se vai fazendo o caminho. É necessário ser forte, é preciso ter um norte…

pensado por Tarciso comente    

sutil presença

Da esquina o meu olhar vazio não via, mas você podia ser vista dali. As lembranças do lugar e a decepção com as mudanças me fizeram mergulhar na solidão tendo você ao lado. A minha sorte foi a sua paciência infinita, seus mimos e afagos a me despertarem e despertarem e despertarem novamente para a vida. Sua presença tem sido a minha garantia e sei que você sempre esteve e sempre haverá de estar por ali…

pensado por Tarciso comente