H@ vida depois dos 60

…com pensamento, opinião e poesia em doses homeopáticas…

era uma vez uma amizade virtual

Na vida é assim, tudo se transforma. Para o mal ou para o bem, tudo se transforma.
No caso em questão, ainda bem, para o bem!
Meus problemas de coluna que nem são muito antigos, com algum desconforto na lombar e outro tanto mais recente na cervical, me fizeram dar tratos à bola para encontrar uma solução. Não sou de me conformar com situações desconfortáveis.
Pensei em procurar um ortopedista, e procurei. Depois de um raio xis e uma ressonância magnética, o diagnóstico quase zoológico: um bando de bicos de papagaios que, tecnicamente, tem o nome de osteofitos. Menos mal porque a primeira impressão do ortopedista era a de que se tratasse de uma hérnia de disco. A primeira recomendação foi o uso de um colar cervical e mais uma sessão de fisioterapias. Não me agradei nem da primeira nem da segunda sugestão e continuei a procurar alternativas. Depois de muito escarafunchar a mente me ocorreu o óbvio: o meu amigo Wladimir, que apesar de seus neurônios fritos, é um excelente massoterapeuta e quiropraxista. O único senão é que o cara mora em Porto Alegre pois se morasse em Sampa já o teria procurado desde os primeiros sintomas. Mas veio a calhar que tirei alguns dias de férias e misturei o prazer com a dor, fazendo um pequeno périplo até a capital sul riograndense onde, ontem à noite, padeci no paraíso por ocasião da primeira sessão de massoquiroterapia… Falei pro Wladi que ia contar pro mundo – pelo menos para esse meu pequeno mundo virtual – sobre alguns episódios dessa aventura que encetamos juntos.
Bem, para concluir esse capítulo, vou dizer que perdi um amigo virtual. Em compensação, alvíssaras, ganhei um verdadeiro amigo no mundo real…
E no meio dessa ventura toda, até pode ser que me encontre com outro amigo do mundo virtual, também aqui das plagas sul riograndenses, o Camafunga, o que seria o máximo em termos de amizade virtual se realizando numa mesma viagem.
E espero que não fique em uma visita só, mas que possamos escrever ainda novos episódios!!!
Ao Wladi, pois, um brinde de gratidão!

pensado por Tarciso (1) Comentário   

um comentário para “era uma vez uma amizade virtual”

  1. Estamos esperando (eu e uma multidão de leitores, risos) pelas histórias prometidas. Deixa de ser preguiçoso e escreve! Aproveita antes que comecem as aulas! Abraço do Wladi

Comente

Favor preencher seus dados e comentar abaixo.
Nome
Email
endereço de seu blog
seu comentário