H@ vida depois dos 60

…com pensamento, opinião e poesia em doses homeopáticas…

Carta ao PSDB

Caros líderes tucanos.
Sou um eleitor do PSDB desde a fundação do Partido, mas preocupado confesso que já fui muito mais entusiasta.
O PSDB, após o exercício do poder em suas diversas esferas, parece não ostentar mais aquela bravura de um Mário Covas ou um Franco Montoro em seus gestos de grandeza, ou ainda de líderes de outros partidos como Ulisses Guimarães ou Teotônio Vilela, passando atualmente a ocupar apenas o lugar-comum da política em que prevalece o interesse particular ao coletivo, priorizando a carreira política solo aos interesses do Partido.
E que esdrúxulas contas muitos candidatos fazem nesta hora!!!
Como pode ser que o Serra nas pesquisas mais recentes esteja num patamar tão inferior como candidato à presidência, considerando-se apenas o Estado de São Paulo, do que o Alckmin para o governo paulista? Isso não é sintomático de uma falta de sintonia programática e afinidade ideológica?!
Como pode ser que o Aécio, preterido em sua candidatura à presidência, tenha recusado constituir uma chapa puro-sangue, candidatando-se a vice-presidente?!
Enquanto isso o governo e seus aliados dão lição de unidade – independentemente da forma como ela é construída – e nadam de braçada ameaçando a vitória do Serra que em princípio parecia favas contadas.
É preciso juntar os autênticos líderes do partido em uma reunião que defina novos rumos para essa campanha, sob pena de um rotundo naufrágio eleitoral – quiçá já no primeiro turno.
Lamentável para o PSDB e mais lamentável ainda para o país cujos próceres de maior renome não tem uma visão para além do próprio umbigo!

pensado por Tarciso comente